Acho que ninguém sabe nada do que se vai passar após o 5 de Junho. Pergunto ao Senhor da Esfera e Ele recordou-me que fui eu que preferi as minhas condições. Não ter qualquer influência no andamento da Humanidade neste Planeta Azul.

 

O anda e desanda de todos os acontecimentos ultrapassam-nos todos os dias, desde os pequenos aos grandes acontecimentos e, por vezes, os que nos parecem pequenos ou de somenos importância, bem analisados, até podem acabar por nos parecer bem grandes!

Como esta saída do Manuel Pinho ontem por aí algures a defender a sua posição dourada junto de José Sócrates.

Vejam lá, como o hominho é, politicamente, de estatura elevada:

Segundo o que vi por aqui, algures, Manuel Pinho, como muitos recordarão, foi ministro da Economia no Governo de José Sócrates. Mas foi corrido!

E, pelo menos alguns, saberão porquê!

 

Estes homens do PS português, pelo menos os últimos que se foram chegando, são todos homens de grande importância e de elevado estatuto! Senão vejam: "disse Manuel Pinho, que o Passos Coelho nem tem a experiência de um Secretário de Estado! Se calhar, pensaria ele, qualquer político, deveria ter alguma experiência, fosse ela qual fosse, nem que fosse, apenas e só, colar os cartazes do PS. Se calhar aquela que ele tinha quando foi para ministro da Economia de Sócrates. Só que o homem tinha a experiência e a escola toda. Vejam lá vocês! Ele até já sabia levantar o dedo do meio bem esticado para os seus adversários políticos como aconteceu no Parlamento e isso só foi para que todos os portugueses ficassem a saber que, o homem tinha, de facto, a experiência toda. Nada de confusão! Enquanto o Passos Coelho não esticar o seu dedo central, tal como o Manuel Pinho, nunca será um homem experiente.

 

Isto só para vos dizer que, depois desta meta a que o Partido Socialista nos levou, e depois de ontem ouvir o Manuel Pinho (Grande Economista!), concluí que claudicamos económica e financeiramente porque os experientes ministros do PS, em vez de trabalharem, passaram 6 anos e meio a treinar e a apontar o esticanço do dedo! É por homens destes, cheios de Experiência, que Portugal atingiu, hoje, o estatuto mais elevado da negação económico-financeira.

 

Faço ideia de como bailarão na boca destes experientes senhores, o ex-primeiro ministro trabalhista inglês e o actual conservador, por atingirem o topo da política britânica, sem experiência nenhuma. Se tivessem ouvido antes os experientes José Sócrates e Manuel Pinho, nem se teriam atrevido a chegar tão alto.

Acho que é pena tanta experiência não ter valido de nada ao povo português.

 

Para mim, continuo convicto que, realmente, essa grande experiência dos senhores socialistas, deveria ficar por detrás da porta do Parlamento debaixo de uma boa vassoura ou, caso não haja vassoura (o mais provável), ficar enrolada nas curvas da mangueira do aspirador. Por mim, prefiro ver um homem honesto, sem experiência e com vontade de trabalhar do que todos esses experientes senhores do afundanço.

***********************



Sei que não há homens perfeitos mas, também sei que há uns mais perfeitos que outros. Sempre admirei Abraham Lincoln e, a sua casinha de madeira, por tudo que li sobre ele. Achava, noutros tempos, que ele seria um bom Rei do Mundo

tags:
publicado por Ventor às 20:11